cirurgia bariátrica

É possível fazer exercícios físicos após cirurgia bariátrica? Saiba a recomendação

A cirurgia bariátrica não deve ser vista como uma fórmula mágica para o emagrecimento. O sucesso do procedimento depende do comprometimento do paciente em seguir as recomendações do pós-operatório, tais como, mudar a alimentação e praticar exercícios. Porém, nesse momento surge a dúvida, quando a prática de atividades físicas deve ser iniciada? Leia esse artigo para descobrir a resposta.

Como funciona a cirurgia bariátrica

A gastroplastia ou cirurgia de redução de estômago, como é conhecida, é uma alternativa para o tratamento de pacientes portadores de obesidade mórbida e de comorbidades. Contudo, apesar de ser um procedimento seguro e eficaz, só é recomendado em último caso. A técnica varia em sua forma, mas, na maioria dos casos, consiste em reduzir o tamanho do estômago e desviar o caminho do intestino. Assim, o paciente sente menos fome, perde a compulsão alimentar e reduz o seu peso. A cirurgia de redução de estômago é regulada pela resolução nº 1.942/2010 do Conselho Federal de Medicina (CFM) que, entre outras coisas, estabelece requisitos que comprovem a aptidão do paciente para o procedimento. A resolução também autoriza a realização de apenas quatro tipos de técnicas, sendo elas a gastroplastia em Y de Roux ou bypass gástrico (GYR), a gastrectomia vertical ou sleeve (GV), a derivação biliopancreática (DBP) e a banda gástrica ajustável.

Exercícios físicos e cirurgia bariátrica

A prática de atividades físicas é muito benéfica para o organismo. Além de melhorar o humor, ela beneficia o desempenho sexual, a qualidade do sono, o sistema imunológico, a concentração, melhora os índices de colesterol bom (HDL) e reduz a pressão arterial. Quando se fala a respeito de exercícios físicos e cirurgia bariátrica, as atividades devem ser iniciados antes mesmo da realização do procedimento. Isso porque, variando a cada caso, o paciente pode precisar emagrecer antes de ser operado.

Exercícios no pós-operatório

No pós-operatório, os exercícios são uma obrigação, pois são fundamentais para a manutenção dos resultados da cirurgia a longo prazo. Porém, o paciente precisa escolher uma atividade que condiza com sua capacidade física, habilidades e preferências. Além disso, há de se respeitar o período pós cirurgia para a recuperação do corpo. Por isso, o ideal é procurar o médico e seguir suas orientações. Um sintoma recorrente que é percebido no pós-operatório é a perda de massa muscular. A razão para tal está na mudança da alimentação e na restrição dos exercícios físicos. Para melhorar o quadro, uma alimentação rica em proteínas é indicada.

Afinal, pode ou não?

Respondendo à pergunta deste artigo, a prática de atividades físicas deve ser iniciada o mais breve possível. Contudo, no primeiro mês do pós-cirúrgico, os exercícios precisam ser monitorados e a recomendação é caminhadas progressivas e atividades orientadas. Depois dos primeiros 40 dias, é comum que a maioria dos exercícios já sejam liberados pelo médico. Nessa etapa, é possível iniciar os exercícios aeróbicos. A hidroginástica também é uma prática muito recomendada. A prática de exercícios físicos deve ser mantida por toda a vida. Essa é uma recomendação para todas as pessoas, mesmo para quem não passou pela cirurgia bariátrica. Entendeu a relação entre exercícios físicos e cirurgia bariátrica? Agora você sabe que eles podem ser iniciados, de forma suave, logo após o procedimento.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp