alimentação

Como a alimentação afeta a saúde do coração?

Manter um estilo de vida saudável é a melhor forma de evitar doenças, já é um fato de conhecimento da população. Contudo, poucas pessoas sabem o papel importante que a alimentação exerce sobre nós, principalmente, sobre a saúde do coração.

Você sabe como ela influencia? Caso não, leia nosso artigo. Nele, você vai entender tudo sobre o assunto e descobrir que alimentos são benéficos para o órgão.

Por que a alimentação afeta a saúde do coração?

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo. Essa estatística mostra a necessidade de adotarmos hábitos que garantam a saúde do coração, reduzindo os riscos de adquirir essas patologias.

A nossa alimentação exerce muita influência sobre o modo como nosso organismo trabalha e reage à presença de alguma anomalia. Alimentos ricos em gorduras são os maiores inimigos do coração, pois são os principais responsáveis por diferentes doenças cardiovasculares.

O que nós colocamos no prato pode trazer benefícios ou malefícios para o organismo. Por isso, é importante saber que alimentos devem ser evitados e quais precisam fazer parte do nosso cardápio. Para ajudar você, nas próximas linhas faremos essa distinção.

O que deve der evitado na alimentação?

O consumo excessivo de gordura de origem animal, frituras, alimentos industrializados, ultraprocessados produzidos com gorduras trans e carboidratos refinados favorece a formação de placas de gordura nas artérias.

Essa condição provoca a aterosclerose, bloqueia a passagem do sangue para o coração e pode aumentar os riscos de infarto e acidente vascular cerebral. Conheça os principais vilões do coração:

  • Sal: o excesso de sal pode causar efeitos desastrosos no organismo. Entre os problemas mais comuns estão hipertensão, infarto, derrame e funcionamento dos rins prejudicado;
  • Açúcar: assim como o sal, o açúcar em grandes quantidades também é um dos principais inimigos da nossa saúde, pois pode causar obesidade e diabetes;
  • Gorduras saturadas, trans e colesterol: essas gorduras estão presentes na carne vermelha, óleo, gema de ovo, frutos do mar, miúdos, leite, laticínios, manteiga, queijos amarelos, frios, embutidos, bolachas, sorvetes e molhos prontos. Todas essas gorduras aumentam o nível de LDL no sangue;
  • Refrigerantes e bebidas gasosas: são produtos ricos em açúcares e conservantes químicos. Por isso, precisam ser evitados;
  • Legumes enlatados e alimentos congelados: como estão cheios de conservantes e sódio, que, em suma, prejudicam o coração.

Que alimentos beneficiam o coração?

Agora que você conhece os inimigos do coração, vamos falar daqueles ingredientes que precisam constar no seu cardápio. Quando você dá preferência a esses alimentos, os riscos de doenças cardiovasculares são reduzidos. São eles:

  • Azeite: por ser composto por antioxidantes que reduzem a presença do colesterol ruim (LDL), o azeite é um ingrediente benéfico;
  • Alho: além de ser um anticoagulante, também atua na redução do LDL, reduzindo as chances de infarto;
  • Vinho: o vinho contém polifenóis, uma substância que evita a formação de placas de gordura nas artérias. Além disso, melhora a elasticidade das veias e a circulação sanguínea;
  • Peixes, nozes e castanhas: alimentos ricos em ômega 3, que promove a redução da pressão arterial, dos triglicérides e do colesterol total;
  • Tomate: por ser rico em licopeno, é considerado um amigo da saúde do coração, pois essa substância tem ação antioxidante;
  • Banana: um alimento rico em potássio, a banana protege a musculatura do coração;
  • Grãos integrais: reduzem as chances de morte por doença cardíaca;
  • Soja: diminui os níveis de colesterol ruim e aumenta a presença do colesterol bom.

 

Agora você já sabe que alimentos precisa ter em casa para manter a saúde do coração. Por mais que os alimentos prejudiciais tenham um sabor delicioso, eles podem provocar uma doença cardiovascular.

Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp